Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Novamente Geografando

Este blog organiza informação relacionada com Geografia... e pode ajudar alunos que às vezes andam por aí "desesperados"!

Nova Iorque aprova megaprojecto ecológico de revitalização de parque industrial

Mäyjo, 13.11.13

Nova Iorque aprova megaprojecto ecológico de revitalização de parque industrial (com FOTOS)

 

O City Council de Nova Iorque aprovou um projecto de revitalização no valor de €2,2 mil milhões (R$ 6,5 mil milhões) que pretende transformar o parque industrial de 26 hectares perto de Citi Field, em Queens, num novo destino de atracção. O projecto, que conta já com pré-certificação LEED, consiste num grande investimento ecológico que vai incluir um telhado verde – com jardim e hortas – de 465 m2 e a limpeza das áreas industriais degradadas.

O projecto para Willets Point foi proposto pela primeira vez em 2008, mas a versão mais recente reflecte um aumento de financiamento adicional para a cidade. A ampliação do orçamento permitirá a construção de novas habitações, mas o local também irá incluir um novo centro comercial, um hotel com 200 quartos, uma sala de cinema e restaurantes.

O mayor da cidade estima que o projecto vá gerar cerca de 3.000 novos postos de trabalho e que 35% das novas habitações sejam designadas como economicamente acessíveis. A construção terá início após a limpeza, no valor de €74 milhões (R$ 218 milhões), dos locais contaminados estar terminada.

A vereadora Julissa Ferreras, que ajudou a aprovar o orçamento, considera tratar-se de um “projecto que vai fazer sentido para todos”. Está ainda incluído um financiamento de €12,5 milhões (R$ 37 milhões) para o adjacente Flushing Meadows-Corona Park, revela o Inhabitat.

Embora pareça ser um excelente projecto, nem todos os cidadãos estão felizes. Willets Point alberga mais de 200 empresas e os empresários protestam contra a reabilitação. Mesmo com a cidade a oferecer-se para pagar €11,4 milhões (R$ 33,7 milhões) para despesas de mudança e recolocação, alguns moradores dizem que o valor não é suficiente para alterar os seus meios de subsistências e as suas habitações. A cidade, no entanto, já adquiriu pelo menos 95% da área necessária para desenvolver a primeira fase da remodelação.

 

in: Green Savers